24 3065-3542
24 3065-3543

Rua Paulo Barbosa, 110 - sala 602
Petrópolis - RJ

Implante Dentário

É a melhor opção se você necessita repor um, alguns ou até mesmo todos os seus dentes!
São cilindros metálicos (titânio), instalados nos ossos maxilares com a finalidade de substituir raízes de dentes ausentes. Além de resolver efetivamente a questão estética, o implante funciona como dentes naturais, tanto na visibilidade como no aspecto mastigatório.


Para quem usa pontes móveis parciais, o implante pode ser usado para fazer uma prótese fixa.
O implante pode ser utilizado ainda para pacientes que usam dentaduras. Nesse caso, o objetivo é melhorar a estabilidade da prótese.
Após a colocação dos implantes, a pessoa pode levar uma vida normal como as que têm dentes naturais, fora isso, é necessário manter uma boa higienização para não desenvolver doenças ao redor dos implantes.
Não existe limite de idade: a partir da puberdade, qualquer pessoa pode receber implantes.


Alguns casos são mais simples, já em outros é necessário “preencher” o osso para dar mais suporte ao implante. Este processo é conhecido como enxerto ósseo.

Atualmente a reposição com implante é o que se tem de mais próximo ao dente natural em termos de aparência, sensibilidade e função, como fala e mastigação.

O implante possibilita a melhora na fala e na autoestima. Se os dentes não forem substituídos, ocorre perda óssea que irá afetar o contorno facial e a aparência. A terapia com implantes minimiza essa perda óssea e ajuda a prevenir esse processo. Esse procedimento, diferente das reabilitações tradicionais (sem implantes), não envolve desgaste dos dentes vizinhos, preservando a saúde dos dentes adjacentes saudáveis.

Como será feito o tratamento?

O protocolo de um sistema de implante envolve duas etapas distintas:

  • A primeira é a cirúrgica, onde é colocado o implante no osso.
  • A segunda é a etapa protética, momento em que é confeccionada uma prótese sobre o implante dentário.

Etapa cirúrgica:

Consiste na instalação dos implantes nos ossos maxilares. É indolor tanto no ato cirúrgico como no pós-operatório. Durante um período necessário de espera (6 meses), teremos a osteointegração (conexão rígida entre o tecido ósseo íntegro vivo e a superfície do implante), onde os implantes permanecem sepultos (dentro do osso) protegidos de cargas ou movimentações.


Etapa protética:

Consiste na elaboração da prótese sobre os implantes. A fixação desta prótese a implantes é feita por meio de parafusos, permitindo assim sua retirada para manutenção, a qual é feita pelo dentista. Este parafuso fica no interior do dente e é recoberto por resina da cor do dente.


Protocolo Sobre Implante:

O sistema Protocolo Fixo é uma prótese com todos os dentes instalada sobre pinos de implantes que proporciona uma reabilitação bucal nas funções: estética, fonética e mastigatória.

Com o sistema comum de dentadura o paciente recebe somente cerca de 20% de sua capacidade de mastigação, já com o protocolo fixo sobre implantes esse percentual sobe para 85%.

É uma prótese fixa, que não pode ser removida pelo paciente, somente o dentista consegue remover.


Próteses sobre Implantes

São próteses fixadas sobre os implantes fixados no osso, que podem ser cimentadas ou parafusadas, unitária, múltiplas ou dentaduras sobre implantes. Com indicações e características individualizadas.


Overdenture

São as próteses mais econômicas dentro da implantodontia. Comportam-se como dentaduras, porém com grande poder de mastigação e segurança, mesmo sendo uma prótese móvel. Elas fazem uma retenção sobre os implantes, através de um dispositivo de retenção semelhante a um colchete que a mantém estável, garantindo a segurança do paciente ao falar e mastigar, sem pressionar muito a gengiva.